Tag Archives: fashion week

Inverno Carioca

Mesmo com um dia de atraso meninas não temam, eu estou aqui, não abandonei vocês, mas com minha viajem rápida esse final de semana e a loucura do Golden Globes não deu pra subir o post com o bom e velho apanhado do Fashion Rio, maaas aqui estou e não, eu não ia deixar vocês na mão.

Presente na passarela da Nica Kessler, a combinação tricô+saia longa se mostra um boa opção balanceando o estilo e conforto e ainda assim se mantendo aquecida no inverno.

Amei o desfile inspirado nas aeromoças da PanAm da New Order, achei tudo realmente lindo e essa bolsa que lembra aquele famoso saquinho para a “indisposição” dos passageiros, o por falar em lembrar, eu fui a única que liguei essa bolsa à Candy Furla bag?

Desde que vi a Kryz Uy usando ando apaixonada por quimonos. De cara gostei bastante do desfile da Patachou ainda mais quando vi na passarela: os quimonos. Pra quem gostou e ainda não sabe como usar no lookbook.nu tem várias ideias e em breve aqui vou fazer um post especial só sobre eles.

Não só nos desfiles da Auslandar, Hercovitch, Maria Bonita Extra, Agatha, Espaço Fashion e vários outros, os mini comprimentos estão ai pra mostrar que nem só de verão eles vivem, se ainda assim você sofrer com um frio mais forte, uma meia calça mais grossinha pode resolver o problema.

Presentes no inverno passado as peles continuam no inverno 2012, aposta da Agatha e da 2nd Floor, em diferentes peças como saias, casacos e colete, no meu caso fico com o colete, mas vai de pessoa e de lugar.

E por último o comprimento mullet, na verdade foi algo mais tendencioso, sorry girls, mas não podia deixar de fora, depois de muito se ver por aí, só faltava ver em passarelas brazucas, e cá está, trazido pela Filhas de Gaia.

Anúncios

Sobre se conhecer + Desfile lindo da C’N’C

Sabe, as vezes gosto bem de juntar o que vejo, leio e coisas que eu gosto e juntar tudo num só, foi mais ou menos isso que fiz no post de hoje.

Se tem um blog que quando li de primeira me apaixonei foi o Sanduiche de Algodão, comandado pela fofa da Helô Gomes. Então, dia desses passeando pela nova organização do blog, cliquei em uma página e terminei lendo um post que eu já havia lido antes, que falava sobre se conhecer, avaliar seu estilo e não sair comprando coisa desenfreadamente (essa última adição minha), porque acho realmente interessante ter uma consciência legal daquilo que mais te agrada e uni isso a um dos desfiles da semana de moda de Milão que me deixou lerda até agora.

Short, tubinho de couro, transparência e tudo àquilo que eu gosto.

Vou confessar que a C’N’C Costume National era uma marca que eu ainda não conhecia e amei passar a conhecer. A proposta trazida pela marca era de um verão com peças minimalistas e com cortes retos e que tivessem uma pegada mais esportista – e no fundo no fundo, achei um toque mais sexy no meio de toda a sobriedade proposta – o que eu gostei bastante. Carol deixe de ser louca, você começa a falar de estilo, agora vem falar de tendência, desfile, como é isso¿ Antes que alguém me chame de louca, o que eu queria dizer sobre a questão de se conhecer é isso: sabe quando a gente vê uma peça bate o olho e pronto¿ Acho que o que estou querendo falar é basicamente isso, sobre o saber o que te agrada, o que cai bem em você. Eu, uma adolescente inconstante de 15 – quase 16 anos – posso não ser a pessoa mais entendida do mundo, mas  já posso dizer que tenho uma certa noção do que me cai bem e do estilo que mais é “a minha cara”.

Agora voltando ao desfile…

Peças em couro, shortinho, vestido e transparência: embala tudo e manda pra cá.

 

Os ecos do SPFW…

Agora a minha semana de moda, RA! (NOT).

Enfim, passei a não gostar muito de fazer a cobertura completa e simultânea das semanas de moda, e achei melhor fazer um apanhado geral de tudo (ou quase tudo), então, indo ao que interessa…

Antes de qualquer coisa, posso falar do make da Maria Bonita? Não que eu tenha gostado, mas achei interessante e valeu o ponto pela ousadia da boca multicolorida, que foi inspirada nos azulejos portugueses assim como toda a coleção da marca.

A Ellus veio num palco todo montado e inspirado no universo dos festivais. Ponto para os tecidos esvoaçantes que cruzaram as passarelas e na aposta das jaquetas  com textura de escama de peixe metalizadas que vinham acompanhadas por camisetões de paetês branco e prata (AMOOO).

Com uma cartela de cores que ia do amarelo, passava pelo pink e ia ao lilás e azul bebê a Cia. Marítima apostou numa coisa que aposto que toda menina adora e/ou adorou.. Barbie. Resultado de uma parceria com a Mattel a boneca serviu não ó como inspiração ma também como estampa de algumas peças e sendo quebrada o ar menininha com modelagens mais sexy e pela mistura com a oncinha onde uma atmosfera meio menina mulher rondou o desfile. A marca ainda apostou num make clean nas modelos.

Agora um desfile que chamou minha atenção mesmo foi o do Samuel Cirnansck, sempre inovador e provocativo, dessa vez o estilista apelou pelo fetichismo, acompanhado das transparências, roupas leves e fluidas as modelos vieram com amarrações e mordaças e deixando o toque que faltava para a noiva que fechou o desfile amordaçada com o próprio buquê.

Já a Colcci que trouxe novamente o gatíssimo Ashton Kutcher para desfilar pela marca.

Bom, mas gatíssimo ou não, voltemos ao tema: MODA. Numa vibe setentinha bodies de tricô, macaquinhos e jardineiras invadiram a passarela. Ponto também para a pantalonas de cintura alta (LIINDO).

Enfim, eis meu resumo do SPFW.. mais alguma adição?

 

Nos corredores do SPFW..

Como amo os looks que a Julita usa em tempos de SPFW e adoro dar uma checada no que se usou pelos corredores ia fazer um apanhado de todos no final, mas não resisti a esse charmosinho no melhor estilo japonesinha  com direito a cabelo de lutador de sumô e tudo.

No final volto  com minha programação e cumpro o prometido, enquanto isso… O que vocês acharam do look da Julita??

Aii essa Salinas…

Aii a Salinas, tinha prometido pra mim mesma que em, tempos de fashion week ia fugir dessas de resumo do dia, até porque 10 entre 10 blogs de moda falam disso nesse período, mas a Salinas, que me cativou desde sua última coleção primavera/verão, me fez destruir tudo isso.

E a coleção teve peças que agradassem a gregos e troianos, biquíni pequeno, toma-que-caia, maiô, saia longa, enfim, teve de tudo um pouco, com uma cartela de cores que passeou do preto, passando pelo azul e chegando ao laranja.

Ai Ai, sempre fazendo esse meu coraçãozinho palpitar.

Paralela Moda e Arte

Desde quinta-feira ta rolando aqui em Salvador um evento super bacana no Shopping Paralela, envolvendo exposições e desfiles, quem ainda não foi ver as exposições pode ir que vai até o dia 15/04, mas os desfiles de lançamento das coleções outono/inverno já acabaram, não deu pra eu ir, mas meu anjo Camila, foi no último dia e tirou fotos bem legais pra mim.

Começando pela Basic, como já havia sido mostrado no Fashion Rio e no SPFW,a Basic trouxe as passarelas a inspiração vinda do balé. A C&A veio com a proposta do jeans e da meia+sapato, que se eu bem não me engano, já tinha sido mostrado por outras marcas no inverno passado. Nativa apostou na dupla clássica e que não tem como errar preto+branco, ousando um pouco nas combinações de padrões.

Dona Florinda, reolveu pesar um pouco o look todo girlie com o colete estilo militar, achei que a combinação deu super certo, adoro quando dá um toque mais pesado numa produção bem menininha e virse-versa. Riachuelo, o melhor do último dia, foi tanta foto bonita que deu até trabalho de escolher uma pra colocar aqui, achei a proposta da Riachuelo bem bacana, de “continuar” usando as roupas do verão, mas com uma carinha de inverno.E por último a Angel que resolver trazer a inspiração russa para as passarelas, mesmo com o inverno tão rigoroso de lá, a marca fez uma coleção bem adaptável a nossa realidade.

Estilo no SPFW

Aee, enfil último dia de São Paulo Fashion Week e pra fechar resolvi reunir uns looks que achei lá no Petiscos, pra mostrar como o povo compareceu nesses seis dias de muita moda, glamour, Ahston Kutcher and etc.

Começando pelos oxfords que marcaram presença pelos corredores da Bienal -aliás tava té preparando post sobre eles- ai eles foram do vinho ao dourado mega metalizado, ainda teve outros, mas a resolução das fotos não estava tão boa.

Já na parte das estampas a mocinha simpática que eu não conheço resolveu incrementar o look com uma camisa de listras por cima da camiseta e do short, o que eu achei que ficou uma graça. Olha só o truquezinho do cinto que também apontei no post passado nos looks do SAG. E o último faz mais o estilo rocker com a legging de caveiras, que faz até um tempinho que eu achei que elas tão dando uma sumida.

E por último resolvi falar da clássica dupla preto&branco, mas não, eles não estão presentes no mesmo looks, vieram separados tadinhos, mas enfim vamos começar. A primeira mocinha de cara foi minha favorita disparada de todas, amei a saia de listras, a bolsa, a sapatilha e… alguém me explica que cabelo é esse.? Mas voltando, o segundo vestido branquinho também tava mega fofo, e já pode até guardar o modelo pro reveillon desse ano (exageradaeu?). E pra fechar o post, mais um exemplo de pretinho nada básico com vestido com estampa de corda corrente.

E vocês, o que acharam de quem circulou pelos corredores da Bienal?

É hoje!

Yes, hoje foi dada a largada para o início do São Paulo Fashion Week, que aliás ta comemorando 15 aninhos, ui debutando.

Fashion Rio: Segundo Dia

Antes de mais nada miiiil perdões pelo atraso do post, andei mega ocupada com umas coisas hoje e já vou normalizar as postagens.

Agora vamos ao que intereça.

Acquastudio: Com combinação como nude + dourado, cinza + cru + bege, cinza + prata e cinza + dourado que a marca abriu o segundo dia do Fashion Rio.

Focada apenas em vestidos de festa, apresentou mangas e estruturas arredondas e ousou ao calçar as modelos com sapatos masculinos.

Maria Bonita Extra: Com inspiração no balé, a Maria Bonita Extra fez uso de muito tule, warmers e sapatilhas de couro colorido (dando um ar mais pop ao look).

Coven: Com peças pesadas e referencias grunge a Coven fez uso também do tricô na maioria de suas peças e em algumas até imitando o jeans, essa foi a grande aposta da marca.

Giulia Borges:  inspirado no trabalho Hanpanda, da artista japonesa Nagi Noda, Giulia Borges apresentou vestidos com até duas estampas lado a lado e aplicações de pelúcia ora salpicadas pelas peças, ora apenas nas barras das saias.

Fashion Rio: Resumo de Terça

Melk Z-Da: As texturas e desenhos que lembram corais em branco, amarelo, laranja e azul fazem parte de uma cartela de cores leve, diferente das cores sóbrias que já costumamos ver durante o inverno.

Foi inspirado no arquipélago de Fernando de Noronha que o estilista Melk Z-Da mostrou sua coleção outono/inverno no Fashion Rio.

Patachou: Com a aposta nos paetês oversised, rendas (que também está presente no verão), transparências e devorês, a Patachou contou com a ajuda das texturas para completar peças sóbrias.

Alessa: Voltando ao tema do verão 2010 a Alessa apostou novamente em estampas culinárias, dessa vez com ilustrações de cupcakes, confete e jujuba, a coleção toda contou com peças fluidas, vestidos longos e camisetões, apostando também no uso de peles e paetês e contando com uma cartela bem sóbria com cores como o marrom, bordô e o clássico preto.

Filhas de Gaia: Mas o melhor mesmo veio com a Filhas de Gaia que fez uso de peças do guarda-roupa masculino mas sem perder a sensualidade com elementos como transparências e fendas.

E vocês, o que acharam até agora?